sábado, 18 de outubro de 2014

Uma Biografia PUNK: Bikini Kill, as musas do Movimento RIOT GRRLL!

Bikini Kill "Girl Power" cover photo.





Breve Biografia:


       Bikini Kill foi uma banda americana de punk rock formada em Olympia, Washington em outubro de 1990. O grupo contava com a vocalista e compositora Kathleen Hanna, o guitarrista Billy Karren, a baixista Kathi Wilcox e a baterista Tobi Vail.
     A banda é considerada a pioneira do movimento riot grrrl, e era notória por letras com conteúdo feminista radical e performances incendiárias. O gênero musical da banda é influenciado pelo hardcore.  Após dois álbuns, vários EPs e duas compilações, a banda se separou em termos amigáveis em 1997. e 97, mas não chegou a gravá-las.
     Em abril de 1998 foi anunciado oficialmente o fim do Bikini Kill após uma carreira de 7 anos. Todos os ex-integrantes do Bikini Kill continuam ativos na música. Billy Karren, Tobi Vail e Kathi Wilcox lançaram um CD com uma coletânea dos singles lançados pelo projeto paralelo The Frumpies que eles mantém juntamente com a baterista Molly Neuman (da banda Bratmobile).2 3 Kathleen Hanna trabalhou com Joan Jett no disco Fetish de 1999. Também gravou um CD solo usando o nome Julie Ruin. Atualmente é vocalista da banda indie/feminista Le Tigre, que já lançou dois CD's e tem já um hit, "Deceptacon".






Discografia:



Álbuns:


"Revolution Girl Style Now!", cassete independente (1991)"Bikini Kill", EP, pela Kill Rock Stars (1991)
"Yeah, Yeah, Yeah, Yeah.", álbum dividido com a banda Huggy Bear e lançado no Reino Unido pela Catcall Records e nos Estados Unidos, pela Kill Rock Stars in the US (1993)
"The CD Version of The First Two Records", (1993)
"Pussy Whipped", pela Kill Rock Stars (1994)
"Reject All American", pela Kill Rock Stars (1996)





Singles:

"New Radio/ Rebel Girl", pela Kill Rock Records (1993)
"The Anti- Pleasure Dissertation", pela Kill Rock Records (1994)
"I Like Fucking/ I Hate Danger", pela Kill Rock Stars (1995)




Coletâneas:

"Kill Rock Stars", pela Kill Rock Stars (1991)"Throw: The YoYo Studio Compilation", pela YoYo Records (1991)
"Daddy's Li'l Girl", incluída em Give Me Back da Ebullition Records (1991)
"Suck My Left One", incluída em There's A Dyke In The Pit pela Outpunk Records (1992)
"Bikini Kill: The Singles" (1998)





Fonte: Wikipédia, a encilopédia livre: -> http://pt.wikipedia.org/wiki/Bikini_Kill



Texto escríto por ♀♀ Maria Rosa Dias ♀♀ (A.K.A ♀♀ Riot Vicious ♀♀), no dia 19/10/2014, ao som de “I Hate Danger"(Live on CBGB's) da banda de punk rock/ riot grrl noventista Bikini Kill (as biografadas da coluna!), diretamente para o Blog “Riot Vicious’ Blogspot”, marcando seu retorno como colunista do mesmo!






♀ STAY RIOT , GRRRLS!!♀





2 comentários:

  1. Oi, Rosa!

    Quanto tempo... e que saudades!

    Excelente postagem!

    Parabéns pelo Blog! Continua muito bom!

    Não deixe de nos visitar:

    http://ciaatemporal.blogspot.com.br/

    Que DEUS te abençoe e um FELIZ 2015, para você e toda a sua família!

    Clemente.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo bem? Espero que sim! Voltei a atualizar meu blog, e gostaria muito que comentasse lá, nesses dois posts: Minha opinião sobre a Política atual e a que está por vir: http://riot-vicious.blogspot.com.br/2014/10/diario-de-bordo-de-uma-manifestante.html Biografia do Bikini Kill: http://riot-vicious.blogspot.com.br/2014/10/uma-biografia-punk-bikini-kill-as-musas.html RIOT Kisses, Mari! em 00,1 - Sistema Desativo

    ...
    :) Ajudo o Pessoal que estiver seguindo o meu blog

    ResponderExcluir